sábado, 31 de julho de 2004, by Fabricio S.

Hoje eu encontrei um cachorro no mínimo desequilibrado. Voltei para casa andando, e num certo lugar tava esse cachorro deitado. Como eu levava uma bolsa plástica, estava fazendo barulho, o que atiçou o cão. E o bicho veio atrás de mim. Parei e tentei afastá-lo. Sem resultado, veio o totó me seguindo de novo. Nisso, eu parei e coloquei a bolsa perto do focinho do bicho, para ele cheirar e perceber que não era comida. E ele lá ligava pra isso? O bicho mordeu a bolsa! Puxei a bolsa, xinguei o totó, dei um chutinho nele, e nada dele soltar. Que que eu fiz? Desisti da briga e vim puxando o cachorro junto comigo. Foi uma cena no mínimo engraçada: um cachorro retardado grudado numa bolsa, e um retardado puxando o animal. Só depois de uns 300 metros que o bicho soltou a bolsa. E, estranhamente, o cão abanou o rabo, deu as costas e foi embora todo feliz. Dá pra entender?


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!