domingo, 21 de dezembro de 2003, by Fabricio S.

Cassete, não tem nada melhor do que ficar deitado ouvindo a chuva cair, comendo quilos de castanha de caju, bebendo um copinho de vinho e assistindo o especial do salão do automóvel em Frankfurt na televisão. Quem lê isso até pensa que sou plutocrata. E sim, eu adoro volver páginas do léxico para empregar vocábulos quintessenciados. Fala sério, o que o nosso idioma tem de complexo, ele tem de belo!


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!