domingo, 31 de agosto de 2003, by Fabricio Shsn

Hoje o casal Buzina pagou um micão explosivo. Fomos no cinema ver Piratas do Caribe, e como sempre tivemos que comprar comida pra sujar lá dentro. Mentira, somos limpinhos. Cinema encheu, e aprontamos uma da qual nos arrependemos. Aquela brincadeira clássica de espremer um canudo e dar um peteleco. A Bianca (que tava linda como sempre) se concentrou e mandou o dedo no canudo. Maluco, deu um estalo muuuuuito alto! Parecia no mínimo uma bombinha. Depois de muito rir que eu fui perceber que o impacto do téco foi tão grande q partiu o canudo em dois! Azar do casal que tava na nossa frente, devem estar com o ouvido zunindo até agora. Crianças, não façam isso em casa! Hmm.... façam sim! Podem me chamar de anarquista, tou nem aí. Deixa eu passar a receita:

Bomba Atômica de Canudinho

Material:
  • Um canudinho daqueles com listrinhas, com cerca de 0,5cm de espessura
  • Um trouxa pra segurar o canudo
  • Outro trouxa pra dar o peteleco mortal

    Elaboração e detonação:
  • Um trouxa deve segurar nas extremidades do canudo firmemente. Depois disso, este trouxa deve girar o canudo como se fosse um pedal de bicicleta, sempre tendo o cuidado de fazer com que um dedão passe por cima do outro. Continue segurando com força, de modo que o ar não saia.
  • Quando a parte cheia de ar estiver com cerca de 3 a 4 cm, peça ao outro trouxa que de um peteleco bem forte no meio do canudo. É tiro e queda.

    Observações:
  • Tome cuidado para que os restos do canudinho não voem em seus olhos
  • Tente não rir ao ver as pessoas pulando da cadeira
  • Desvie do soco do sujeito ao seu lado que levou um susto com a explosão






  • Clique aqui e comente!

    Nenhuma mongolice! Que derrota!