domingo, 29 de maio de 2005, by Fabricio S.

Aproveito o encontro que teve lá em Sampa, citando as palavras de Diego, jogador do Santos, agora em Portugal:

"Antigamente o homossexualismo era proibido no Brasil. Depois, passou a ser tolerado. Hoje é aceito como coisa normal. Eu vou-me embora, antes que se torne obrigatório."

Se eu não soubesse a fonte dessa frase, teria dito que o Dr. Éneas havia deixado o Brasil! E antes que perguntem, não, eu não sou homofóbico. Apenas não concordo com a exposição exacerbada do homossexualismo na mídia, bem como o apelo jornalístico focando o crime organizado. Para mim, a mídia é uma arma influenciável que pode muito bem ser destrutiva. E se você não concorda comigo, tudo bem. É sua opinião, exclusivamente sua... ou influenciada pela mídia.


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!