quarta-feira, 26 de janeiro de 2005, by Fabricio S.

Ontem eu passei pelo "skatepark" de Petrópolis e vi um menino de uns 10 ou 11 anos, com capacete, joelheira, cotoveleira e luva em cima de uma pequena bicicleta tipo BMX. Até aí, tudo bem, é bom evitar acidentes. Mas acho que isso é meio desnecessário quando se pedala numa calçada reta usando uma bicicleta com rodinhas de apoio. Que coisa ridícula! O moleque fantasiado igual um robô japonês , e os skatistas rindo da cara do pobre coitado. Mas o pior de tudo era a companhia do pequeno biker, a mãe, que gritava frases do tipo "Vai mais devagar, meu filho!", "Fica aqui do lado da mamãe!" e "Cuidado pra não cair!". O menino é tratado como uma boneca de porcelana, que deverá ir ao hospital caso raspe o lindo joelhinho no cimento. Fala sério, é por isso que tem tanto viado hoje em dia!


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!