terça-feira, 4 de janeiro de 2005, by Fabricio S.

Bem, eu sempre tive um trauma de infância, e nunca tive coragem de contar à terceiros por tratar-se de um assunto muito complexo e delicado. Sempre que tocavam no assunto, eu procurava sair de perto, falar sobre outra coisa. Pois é, caros amigos, há 20 anos esse problema vinha afetando o meu dia-a-dia, mas hoje, felizmente, posso dizer à todos que esse meu problema não mais existe! Não pessoal, eu não fiz mudança de sexo nem nada do tipo. Acontece que hoje, minha queridíssima namorada, me ensinou a fazer bola de chiclete! Ok, pode parecer bossal pra você, mas eu fiquei super feliz quando, após duas horas de treino, vi a minha primeira bola de chiclete enchendo-se de ar na minha frente! A emoção foi tanta que registramos o momento com esta fotografia, que celebra o início de uma nova era em minha vida. Enfim, estou livre deste maldito karma de infância! E mais uma vez: muito obrigado pela paciência, Camilinha!

E quanto à idéia do Mongóscar, eu adorei! O primeiro concurso será o da Fotografia mais Mongol. Aguarde, em breve, mais informações...


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!