domingo, 5 de dezembro de 2004, by Fabricio Shsn

Durante anos esperei pelo Papai-Noel na noite de Natal. Sempre que acordava, encontrava nozes pelo chão, a cartinha do Papai-Noel, a árvore cheia de presentes. Realmente é demais acreditar no velho do saco grande e vermelho (opa). Há toda uma magia envolvida por trás do Natal. Mas o que mais me revolta além de saber que Papai-Noel não existe (Você acreditava? Sinto muito, é tudo armação) é o que minha mãe fazia para eu poder ganhar os presentes. Um dos fatos que me lembro é que ela fez eu pendurar a minha amada chupeta na árvore de Natal em troca do presente do velho do saco grande. A carta que o Papai-Noel - ou melhor, meu pai - escreveu, dizia que eu ganharia o Lego apenas se pendurasse a minha chupeta na árvore de Natal. Após muito relutar, desisti da minha querida chupeta. Tá certo que eu ganhei o Lego, mas quando eu descobri mais tarde que foi tudo armação eu fiquei com saudades da minha chupeta, mesmo tendo descoberto isso aos 9 anos. E com você? Seus pais armaram alguma também?


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!