segunda-feira, 30 de agosto de 2004, by Tiago

Quando a gente diz, o pessoal acha que não é verdade. Mas há uma interação tão grande do campus da UFRJ na ilha do Fundão com a natureza que chega a ser engraçada. Semana passada, na quinta-feira, tava esperando a aula de Projeto de Comunicação Visual I, de manhã cedo, sentado no banco no hall dos elevadores do 6o. andar do prédio da Reitoria, quando olho pras luminárias (buracos retangulares onde deveriam estar situadas lâmpadas fluorescentes no momento inexistentes) e noto uma forma estranha, grande e rajada em cima de uma das armações das lâmpadas. Presto um pouco mais de atenção, vejo de um outro ponto e o que há lá... uma coruja, inafetada pela barulheira de pessoas passando pra lá e pra cá pelo hall dos elevadores... Tá, a gente já vê marimbondos mutantes, abelhas filonas de lanches e pássaros que fazem ninhos em salas de aula e não se perturbam com a presença de alunos, mas é bem raro ver corujas dormindo em halls de elevadores de faculdades... eu acho!


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!