segunda-feira, 7 de junho de 2004, by Fabricio S.

Petrópolis, Domingo, 10 graus. Um frio extremamente chatinho. Mas como tinha o show de reestréia da minha ex-banda, eu não poderia deixar de ir. Me agasalhei todo e encarei o vento gelado. E chegando no lugar do show, só vejo o pessoal voltando. Motivo: o dono da casa de shows não pagou a conta, e a luz foi cortada. Legal né? E o pior é que o dono não tava lá, não tinha nenhum responsável pra dar satisfação! Cambada de filho da puta mesmo. Só uma coisa valeu a pena: eu vi um baiano maluco metendo a porrada numa carrocinha de pipoca. Saiu com a mão sangrando, e ainda se achou o fodão... vai entender!

E só para eu me lembrar de um fato fatídigo: Eu odeio trote/linha cruzada!


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!