sexta-feira, 25 de junho de 2004, by Fabricio S.

Ontem teve serenata aqui na minha rua. Botei minha camisa do Metallica e fui atrás. Cassete, tocaram músicas de 1900 e lá vai fumaça, muito maneiro! Homenagearam algumas famílias tradicionais do bairro, percorreram a rua toda, enfim, foi bem legal. E como sempre, tirei fotos escrotas, que você pode conferir no meu fotolog. Mas o que mais me comoveu ontem foi quando a gente entrou no asilo que tem lá perto de casa. Eu moro há menos de 100 metros, e nunca tinha entrado lá. Aquele monte de velhinhos em cima de cadeira de rodas, alguns cegos, outros mudos, e todos com lágrimas nos olhos ao ouvir as músicas da época de ouro deles. Até eu que me acho um cara meio frio fiquei emocionado com o sorriso dos vovôs e vovós quando eu fui dar uma abraço neles. É nessas horas que percebemos que são pequenas coisas que realmente importam na vida, e que a gente reclama de barriga cheia.


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!