quinta-feira, 13 de maio de 2004, by Fabricio Shsn

Mais uma aula na universidade na qual devemos fazer um brainstorm e gerar necessidades para a população criando novos produtos e/ou serviços. E lá elaborei uma tese:

O índice de pessoas que sofrem de obesidade e de alto teor de gordura sobe a cada dia. Muitas dessas pessoas são amantes de comida gordurosa, ainda que saibam que ela faça muito mal a saúde. Abusam e abusam, até o ponto em que fazem um check-up no médico, que diz que se a pessoa não reeducar sua alimentação, sua veias se entupirão e morrerá.

Isso chocará o pobre coitado, que estará confinado à uma alimentação a base de carne de soja. Tudo terá soja, até mesmo a grande paixão do indivíduo tornar-se-á um martírio gustativo: churrasco de soja. Mas há pessoas que não resistem ao vício e continuam ingerindo gordura, e acabam morrendo logo. Infelizmente a ciência ainda não conseguiu inventar nada que limpe a gordura das veias do sujeito. Então, o que poderia ser feito para ajudar milhões de pessoas em todo o mundo?

Ora ora ora, não faria sentido não deixar que os amantes da gordura sintam o delicioso gosto da banha na guela se a comida pudesse ser desviada para outro lugar além do estômago! E é este meu produto, um "Desviador Alimentar Seletivo". Simplificando, trata-se de um tubo com um reservatório numa ponta, um seletor de comida 'saudável/prejudicial' acionado por controle remoto, e um adaptador a ser alocado na faringe do indivíduo, através de uma espécie de traqueostomia. Abaixo segue um esboço:



Como você pode ver, o sujeito está obeso, porém feliz ao saber que o churrasco tão delicioso que está mastigando e engolindo não converter-se-á em problemas para sua saúde. E como fará o sujeito para comer, por exemplo, o arroz e a farofa, menos agressivos à saúde? Basta pegar o controle remoto e acionar a opção de comida saudável, que abrirá a válvula do sistema e deixará a comida chegar ao estômago do sujeito.
Pessoa saudável, com grandes possibilidades de perder o tecido adiposo que circunda sua barriga, e ainda curtindo os grandes prazeres que a comida proporciona. E eu, apenas sonhando com meu bolso cheio de dinheiro, já que este projeto provavelmente não irá a lugar algum.


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!