sábado, 13 de dezembro de 2003, by Fabricio Shsn

Quem avisa, amigo é: nunca tente abrir seu teclado sem tomar um puta de um cuidado. Hoje liguei o computador e uma tecla não tava funcionando nem com macumba. Daí o esperto metido à técnico aqui resolveu abrir um teclado pela primeira vez na vida. Já fiquei meio puto quando ví que tinham 21 parafusos. Tirei todos eles e dei um 180° no teclado. Pra quê... na hora que virei, a tampa de trás do teclado caiu no chão, juntamente com uma porrada de borrachinha, muita coisa mesmo! Cada tecla tem uma borrachinha e, como sou sortudo, todas elas caíram e se espalharam pelo quarto, corredor, cozinha... Após muito tempo de quatro no chão (uiii) catando as malditas borrachinhas, fechei o teclado novamente. Coloquei os 21 parafusos e "shazan"! O teclado não estava funcionando! Filha da puta! Abri de novo e, como era de se esperar, não encontrei o defeito. Achei que tinha sido azar, fechei o teclado de novo, virei ele e nada de funcionar. Eis que surge uma voz na minha mente, que diz: "Burro... burro... liga o fio do teclado...". Eu olho para a porra do fio do teclado e constato que eu tinha desligado da torre... Aí eu pensei: "Cassete, finalmente descobrí!". Liguei o teclado na torre e "shazan": nada do teclado funcionar! Maldito! Puto da vida dei um soco no teclado. E como uma benção, o teclado volta a funcionar. Tem coisas que não dá pra entender... e uma delas é abrir o teclado sem ter a noção de que ali dentro existem milhares de borrachinhas escrotas que podem cair no chão. E acredite, elas com certeza cairão.


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!