domingo, 28 de dezembro de 2003, by Fabricio S.

E chegou a época de se gastar muito dinheiro, explodindo tudo na atmosfera! Ah, o Ano Novo! Todo o planeta comemorando, uns olhando o espetáculo no céu, outros copulando na varanda do motel; uns cantando e bebendo num luau, outros acidentados indo parar no hospital. E pra ficar feliz, nada melhor que um pouco de bebida; seja ela um champagne francês ou a humilde e velha sidra. Mas pera lá, não vá "encher o pote" e sair fazendo merda por aí, é melhor ficar sóbrio e continuar fazendo as merdas, pois se o bicho pegar pro teu lado, você ainda vai ter coordenação motora pra sair correndo e não apanhar. E atire a primeira pedra quem nunca fez uma besteira qualquer nessas épocas "explosivas"! Botar cigarro na boca do sapo, jogar cabeção-de-nego dentro do bueiro, acender 12x1 contra o muro do vizinho ou qualquer outra porcaria que poderia lhe render uns bons meses de castigo. Mas isso é a infância, quase todo mundo passa por essa fase anarquista. Mas deixando a idiotice de lado e voltando a mongolice (ó, como isso difere), espero que em 2004 haja tanta mongolice como houve nesse ano. E com certeza ter-se-á ainda mais coisas bizarras para serem desmoralizadas. Feliz Ano Novo pra todo mundo!


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!