sábado, 20 de setembro de 2003, by Fab S.

Ontem a velha, hoje o bêbado. Novamente eu pensei que iria me irritar dentro do ônibus, mas que nada! Eu entro no buzão e tá um cara gritando lá dentro pro motorista mudar a rádio. Tanto ele gritou que o Fernando (motorista) mudou, e tava tocando uma música do Alexandre Pires. Daí o bêbado não parou mais.. "Alex Pires! Ele é o rei! Ahhhhhhhhhhhh! Apaga a luz, Fernando! Apaga a luz que eu quero namorar! Ahhhhhhhhhh! Pires! Ahhhhhhhhh!" Namorar só se fosse com a mão, pois não tinha ninguém do lado dele, é claro. E pulava do banco, gritava desafinadamente, motorista olhando pelo espelho rindo, trocador tacando bolinha de papel no bêbado, um babacão trocando idéia com o sujeito, e todo mundo caindo na gargalhada! Acabou a música, dai o bêbado revoltou: "Ah não! KLB não! É muito ruim! Ahhhhhhhhhh!" E o cara continuava gritando, muito alto! Quem estava na rua olhava aterrorizado pro ônibus, talvez pensando se tratar de um ônibus psiquiátrico. Eu desci do ônibus e só deu pra ver o coletivo descer a rua fazendo aquela esporreira digna de excursão escolar, graças ao "chapado". Ahhh, como eu queria que a velha que me encheu o saco ontem entrasse no ônibus, e visse que o bêbado maluco estava no lugar dela... Nossa, o que seria da minha vida se não fossem essas merdas que acontecem no buzão?!


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!