sexta-feira, 5 de setembro de 2003, by Fabricio Shsn

   Ah, fiz a entrevista de estágio e tal, é pra estagiar numa distribuidora da Johnson/Unilever. Agora só resta esperar mas, mesmo que eu consiga, acho que não vou aceitar... vendas não é meu ramo. Eu odeio ir atrás de alguém para vender algo! Parece que estou pedindo um favor, sei lá, eu tenho bloqueio mesmo. E, além disso, a bolsa fornecida é de R$ 300. Pode até ser um bom valor, mas pô, não tem vale-cipó nem vale-banana. Ou seja, só a grana que vou gastar com isso pra fazer algo que não gosto não valeria a pena.
   Por falar em estágio, eu sou tarado por calça de ginástica, principalmente se tiver aquelas listrinhas laterais. A Bibi sempre ficava me perguntando qual a graça que eu via nessas calças, e eu não sei explicar. Não é só porque realça as coxas, mas sim por causa da textura. É uma delícia passar a mão numa calça de ginástica! E todo dia que passa alguma mulher com calça de lycra perto da gente ela me força a olhar pra ela ou a beije, de modo que eu não olhe pra maldita calça da mulher. Sim, homem é subordinado à namorada. Ela sempre achou engraçada essa minha tara por calça, tanto que ela já usou uma dessas só pra rir da minha reação. Mas hoje, finalmente, eu descobri uma coisa mais tosca do que calça de ginástica que a deixa maluca. Um elástico no pulso. Sim, um elástico preto no meu pulso. Quando a gente tava namorando hoje ela me deu uma pulseira meio elástica e colocou no meu pulso. A partir daí ela não parava de falar, de que ela adora pulso que nem o meu, de como eu ficava ainda mais gostoso (eu? Hua) com aquele elástico no pulso. Reclamar é que eu não vou né, cada buzina com sua loucura.


Clique aqui e comente!

Nenhuma mongolice! Que derrota!